O Exército de Tarrás

Há cerca de 600 anos surgiu a profecia de que um minotauro invencível, de pelo branco, unificaria as tribos goblins de Granillas. Ele formaria um exercito que derrotaria todos os reinos civilizados do continente.
Tarrás é o nome do Minotauro que está tentando cumprir a profecia. Seu exercito é composto em sua maior parte por goblins (goblins, robgoblins e bugbear), gnolls e minotauros. Em menor número conta com tribos de gigantes, povo lagarto, ogros e harpias.
Os robgoblins tem uma cultura militarista e disciplinada, por isso são o correspondente a sargentos, tenentes e capitães do exercito inimigo. Seu valor tático e engenhosidade com armas de cerco os tornam indispensáveis.
As harpias são muito importantes na logística: transportam ordens e itens, além de servirem como batedoras aéreas.
O povo lagarto são usados para controlar a costa e atacar os portos. Eles se agrupam em cavernas com entradas submersas.
Os gnolls tem uma grande ocorrência de feiticeiros e xamãs, quando comparados com as demais raças humanoides. Eles fornecem a maior parte do apoio mágico do exército.

O Exército de Tarrás

Os Herois do Golfinho Dourado douglasbaiense